Questões fracturantes e, sobretudo, intrigantes

by offarinha

O que sobretudo me intriga – e irrita – nesta questão da co-adopção por casais homossexuais é a forma como foi aprovada e a ausência absoluta de discussão (discussão não é o mesmo que repisar os argumentos do costume pelos mesmos do costume nos sítios do costume) sobre o assunto. A título de declaração de intenções direi que, no caso improvável de ter alguma influência no assunto, votaria – apesar da proponente – a favor da proposta da deputada Isabel Moreira. Mas, sendo conhecidos os argumentos contra, bem como a respectiva pertinência, não há ninguém quem os apresente e defenda? Esta anomia é, não só miserável, mas sobretudo o sintoma da merda em que vivemos. Acerca desta questão ver também aqui.

Anúncios