Serviço público (3)

by offarinha

Em resposta ao relatado aqui e aqui, recebi a seguinte resposta da EMAC:

“Primeiro, agradecemos a colaboração no relato da situação em causa.
Depois, referir que as informações disponibilizadas são sempre tidas em elevada consideração e procederam-se já aos ajustes necessários com vista à alteração e adequação de procedimentos, com o devido acompanhamento diário.
Objectivamente, trata-se de um terreno de elevada dimensão cuja tarefa de limpeza é partilhada entre as intervenções manuais e mecânicas.
As acções de limpeza tendem a ajustar-se aos constrangimentos específicos de cada local. No entanto e de acordo com o acima mencionado, iremos tentar minorar o incómodo resultante do serviço em questão, solicitando alguma moderação e ponderação às Equipas que operam com o tipo de equipamento em questão, com vista à redução dos impactos que, infelizmente, estão associados a esta operação, embora as vantagens oferecidas tendem a superar os transtornos verificados.
Aproveitamos, novamente, para reiterar o agradecimento no contacto efectuado, que para nós constitui pretexto para optimizarmos procedimentos, estando convictos de que continuará a procurar a EMAC/ Cascais Ambiente sempre que julgue necessário e cuja matéria se nos afigure competência desta empresa.

Creia-nos absolutamente disponíveis.

Com os melhores cumprimentos,»

A resposta foi enviada pela Chefe de Divisão de Atendimento Externo e Apoio ao Cliente e «elaborada e emanada» do Departamento Operacional.

O que irrita nesta gente que pasta neste tipo de empresas, para além da impunidade e da incompetência, é acharem que somos todos parvos. O mais triste é que se calhar, e a julgar pelo que se vai vendo, têm razão.

Anúncios